SYMBOL CARDS

SYMBOL CARDS

Translate here to your language, please.

VIDEO_CALÇADA_20 ANOS

Loading...

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

EMPEDRADOS GRANADINOS

Hoje vou dedicar o tema a um tipo de empedrado artístico, igualmente belo como a calçada portuguesa, e que de certa forma com ela rivaliza em termos estécticos e artísticos, principalmente no sul de Espanha.
São os empedrados granadinos.
Como se pode observar na foto ao lado, parece-se com calçada portuguesa mas não é.
Com mais visibilidade nas cidades andaluzas, nomeadamente Granada, o outrora explendoroso bastião árabe na península, advindo daí o seu nome. Podem ser referidos como o maior legados dos árabes neste domínio artístico, pois foram eles que nos deixaram esta forma de trabalhar um tipo de pedra e este modo execução de explendidos pavimentos empedrados.

O que caracteriza um empedrado granadino?

Em vez do habitual calcário da calçada utilizam-se seixos, material silicoso, também ele de várias cores tal como a calçada, apesarem de permanecerem mais comuns neste tipo de empedrado o preto e o branco.

O empedrado é um solo pétreo muito resistente, lavável e adaptável a qualquer contorno.
Graças ao vasto leque de possibilidades quanto à execução de desenhos e motivos, apropria-se ao alindamento de páteos interiores, ruelas e vielas, e até paineis verticais, como é de frisar na distinção dos demais trabalhos, o que se pode observar no albúm de fotos. Deixo um link no final do post.
É composto o piso por pequenas pedras arredondadas de seixo branco, que formam o fundo, e pedras também de seixo de forma mais alongada, negras ou cinza escuro que dão forma o motivo pretendido.



A sua execução efectua-se tal como na calçada portuguesa, seixo a seixo manualmente, como demonstra a fota acima, aplicando-os justapostos de forma a minimizar a junta, e enquadrados posicionalmente dando os contornos pretendidos aos motivos decorativos. Os seixos são aplicados predominantemente de perfil para dar mais consistência ao piso. É um trabalho completamente artesenal, igual ao que se fazia no período árabe do qual o herdamos.
Apenas muda o modo de fixação, que hoje é cimento, ao passo que outrora era utilizado uma argamassa com cal.

Salvaguardadas as devidas diferenças, esta forma de trabalhar a pedra está muito relacionado com o sistema de mosaico romano. Pois foi destes, que reproduziram os árabes motivos e técnicas, incorporando as suas modificações, e inovando composições artísticas de inegualável beleza que nos legaram.


Ora vejam o rol !.....

http://www.empedrados.com/

Sem comentários: